Um brilhante puzzle game de plataforma a caminho?

O mercado de games indie cada vez mais vem se expandindo, e junto a ele os vários gêneros de games, estes os que as grandes desenvolvedoras deixam apenas na memória dos saudosistas. Puzzle games de plataforma, talvez o gênero mais visto nos últimos anos, e também o que nos proporcionou experiências jogáveis surpreendente como por exemplo o game de Jonathan Blow, o Braid. Braid, um dos puzzle games de plataforma mais brilhante já criado por um desenvolvedor indie, tornou-se algo tão além de um game que é difícil dizer realmente quando poderemos ver grandes games cujo gênero específico foi bem explorado aos sentidos únicos de um puzzle game de plataforma.

Hoje, quando li o Indie Game Links do IndieGames.com e acessei um link do mesmo, me empolguei bastante com um post sobre um puzzle game de plataforma em desenvolvimento lá no site Bytejacker. O post, que obviamente referia-se a um novo game, me chamou muito a atenção pelo o game citado, que aliás, arisco dizer ser um dos puzzle game de plataforma mais brilhante que eu vir este ano. Para alguns e inclusive para mim mesmo, a possibilidade de tudo isto que estou falando ser apenas uma falha de empolgação da minha parte é inevitável, mais este game, mesmo ainda em desenvolvimento, possui uma mecânica incrível e qualidade perceptível para qualquer amante de puzzle games. O game, sem nome definido por hora, trata-se de uma aposta nova dentro de um nicho afastado de expectativas, e… sério! Eu não sei se eu pessoalmente posso descrever este game, mais segundo o post no Bytejacker — este é um game onde você controla dois do mesmo personagem em algo como dois mundos diferente ao mesmo tempo, isto é bem confuso, os vídeos abaixo são essenciais para uma compreensão mais profunda, confira-os:

Impressionante, não? O cérebro por traz deste game chama-se Michael Fruendt e ele vem desenvolvendo-o ao lado de Chevy Ray Johnston, isto com o auxílio da actionscript do próprio Johnston, o FlashPunk, já os níveis, estes estão sendo criados com o Ogmo Editor do Matt Thorson (aliás, eu não preciso dizer que esse game é em flash, certo?).

Infelizmente ainda não foi divulgado muita coisa sobre o game, mais que o game de Michael Fruendt aparentemente é brilhante, isso é! E eu acredito nele. 😀

Anúncios

2 comentários em “Um brilhante puzzle game de plataforma a caminho?”

  1. Acho que uma das razões de Braid ter sido tão bem-sucedido é que o jogo explorou ao máximo uma unica ideia, que é a viagem no tempo. Isso mostra que um jogo não precisa fazer de tudo: basta que ele escolha uma premissa simples, e aproveite todas as possibilidades que surgem dela. É claro que para desenvolver essa premissa tão amplamente quanto em Braid é preciso bastante criatividade, mas isso já está nas mãos do autor do jogo.

    Me interessei bastante pelo jogo sem nome, os videos me deixaram bem curioso. Com certeza vou ficar de olho em Michael Fruendt!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s