Review: Hamlet

Criado pela a mif2000, uma desenvolvedora indie russa. Hamlet, um adventure point-and-click cujo nome chega a ser intrigante, o motivo (?), um tipo de dedicatória a peça Hamlet de William Shakespeare, utiliza os mais legais elementos da obra de Shakespeare dentro de possibilidades distantes e recriar algo com base fascinante e original.

O game conta a história de Hero — o herói, Ofélia — a mocinha, Hamlet — o valente princípe; e Cláudio — o cara mal. Na história, Cláudio mata o rei e a rainha, rouba a coroa e tentar casar com a namorada de Hamlet, que acaba de retornar da sua longa jornada e… assim, sem mais nem menos, uma nave caí em cima dele, ele conheçe um homem do futuro, chamado por ele de Hero e agora o cara que vai tentar restabelecer a paz no reino e salvar Ofélia das mãos de Cláudio é ele. Contada atravez de diálogos, a história é toda movimentada com humor no escrito e no gameplay, passando aquele ar suave e envolvente.

Arisco dizer que Hamlet é um game diferente de tudo que você possa ter jogado, não em termos relacionados a mecânica ou gênero, mais a sua originalidade, que faz de uma obra tão complexa e focada em temas um tanto quanto vulgares em algo simples e divertido dentro dos padrões jogáveis. Minha experiência no game foi das melhores possíveis, a representação louca da obra de Shakespeare foi muito bem apurada em Hamlet, talvez até mais do que deveria, até porque quem poderia imaginar um game baseado na peça Hamlet de Shakespeare? Eu pelo menos não, e você?

Sua função como jogador é ajudar o Hero, e para isso é necessário saber combinar os cliques aos objetivos que fazem parte dos puzzles em cada nível, que podem ser muito difíceis em diversos momentos do game, não apenas pelo a dificuldade de determinados puzzles, mais por um detalhe que realmente deveria ter sido trabalhado, algo como um detector de objetos no ponteiro do mouse, para faciliar a identificação das mais estranhas possibilidades que possam ser clicadas. Por sorte não existe inventário, itens a serem coletados e ligados, o que justifica um pouco o desejado detector de objetos de ação.

Repleto por puzzles legítimos e realmente criativos, a maior parte é bem elaborado e compreensível com boas observações e uma atenção especial, porém o nível de dificuldade em alguns puzzles é acima do normal, o difícil passa a ser impossível e nem mesmo o botão de ajuda no canto direito da tela poderá te ajudar como deveria. Fiquei travado em alguns dos mais difíceis puzzles e confesso que nunca me passou pela a cabeça a solução que por ter me tomado bastante tempo me levou a procurar o walkthrough, mesmo sabendo que comprometeria a minha integridade no game.

Se observou as screenshots inclusas neste post você com certeza estranhou os gráficos grotescos e elegantes, um pouco industrial até. Todos os detalhes gráficos parte deste estilo único e inédito entregue em um game da mif2000. A baixa atenção em detalhes e sua palheta de cores colorida caracteriza uma identidade ao game, sendo essa realmente distante da passada na obra que promoveu toda a inspiração.

Hamlet é um game curto, ou não, creio que isto possa variar com a dificuldade dos puzzles, apenas sei que foi muito rápido para mim zerá-lo — e olha que eu utilizei o walkthrough pouquíssimas vezes, e também tinha bastantes minutos tomados por estes puzzles. Talvez seja uma questão de pessoa para pessoa, pois algumas possam demorar mais que eu, por exemplo, em puzzles difíceis, resultando em um tempo quem sabe suficiente para não deixa a desejar neste detalhe.

Claro, Hamlet não é um game sem falhas, as mesmas existem e elas acabam sendo representadas para você de uma forma crítica ou não. Em si, Hamlet é um game fascinante, enquanto durou foi envolvente e eu soube apreciar cada detalhe proporcionado nesta incrível aventura.

COMPRE HAMLET  NA ALAWAR GAMES POR

COMPRE HAMLET NO GAMERSGATE POR

Anúncios

2 thoughts on “Review: Hamlet”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s