Review: Deepak Fights Robots

Tom Sennett, um dos caras por traz do divertidíssimo e repleto de insanidade saudável RunMan, lançou seu novo game Deepak Fights Robots, que no mínimo, eleva ao extremo o nível de insanidade distribuída entre qualquer game anterior que carregue o nome de Sennett nos créditos.

Deepak Fights Robots é um game de plataforma/arcade, que num primeiro momento podemos compará-lo ao clássico Bubble Bobble, mas esse tipo de comparação é esquecida logo depois de alguns minutos de jogatina espontaneamente, portanto, pulando de uma vez ao que quase realmente importa… você é Deepak, e Deepak é um cara comum, inclusive tem mulher, filhos, um carro legal na garage, e até um emprego de programador, mas como tudo isso ainda não passa de detalhes bobos sobre Deepak, saiba que Deepak é afundado de insanidades em um mundo de fantasias após a aparição de um homem misterioso que concede a Deepak super poderes especiais para serem usados contra hordas de robôs.

Continuar lendo Review: Deepak Fights Robots

Anúncios

Review: Fortix 2

No ano passado tivemos muitos indie games lançados, e um destes foi Fortix, um game muito simples por sinal, mas tão encantador que após sua continuação finalmente chegar ao Steam eu não pude conter minha empolgação com o retorno triunfal do senhor Fortix.

Em si, Fortix 2 retrata um déjà vu aos acontecimentos do primeiro Fortix, mas atravez de uma desconhecida visão em relação as suas origens, e para começar temos o novo visual adotado, que renova e redefine a atmosfera presenciada no primeiro game. Ainda sobre as novidades, que não param nos aspectos visuais, a mecânica recebeu aprimoramentos, novos recursos foram adicionados, e agora o continente principal é formado por três terrenos de características ambientes distintas (florestas, gelo e masmorras).

Continuar lendo Review: Fortix 2

Review: The Tiny Bang Story

The Tiny Bang Story, point-and-click desenvolvido pelo estúdio russo Colibri Games, propõe uma deliciosa variação entre seu gênero e games hidden object num planeta um tanto quanto nonsense extremamente rico em detalhes artísticos encantadores.

Sobre o calmo planeta fictício Tiny Planet, cuja colisão de um asteróide bagunçou um monte de coisas — The Tiny Bang Story faz deste pretexto um motivo para você arrumar uma bagunça que aparentemente nem é tão grande assim, mas como a população do tal planeta é representada por pessoas mais velhas, somente você, jovem jogador pode restaurar a estabilidade perdida. Em si, os motivos pelo qual você está ali, fazendo aqueles objetivos serem compridos, não é o mais envolvente de todos, mas os mesmos conseguem movimentar uma boa satisfação.

Continuar lendo Review: The Tiny Bang Story

Review: 505 Tangram (DSiWare)

Acredito que muitos conhecem Tangram ou em algum momento já se deparam com este quebra-cabeça incrível, todavia ainda sim vou exclarecer sua memória, se é que é mesmo necessário, enfim… Tangram é um típico quebra-cabeça chinês formado por 7 únicas peças, e é atravez destas peças que toda a mágica por traz de Tangram prevalece, pois além de 7 peças distintas proporcionarem um impactante resultado, fazem você colocar seu cérebro dentro de uma panela quente para aquecê-lo suavemente sem deixá-lo queimar e ao mesmo tempo deixar de aquecer. Em princípio Tangram é um quebra-cabeça bem simples, existem as 7 peças chaves, e estas são essencial para tornar possível a formação das formas geométricas de diversas figuras comuns.

Continuar lendo Review: 505 Tangram (DSiWare)

Review: NightSky

O ano começou bem obscuro para lançamentos indie como o novo game do Nifflas, por exemplo. NightSky, game tão obscuro quanto repleto pelo o seu próprio brilho único, é sem sombra de dúvida um dos  melhores indie games lançado neste começo de ano,  e que, supostamente você já pode comprar para jogar no seu PC ou Mac.

Continuar lendo Review: NightSky

Review: Frenzic (DSi)

Puzzle, Puzzle e mais Puzzle. Estes “puzzle+games” que eu amo tanto e já escrevi sobre vários destes aqui no blog não param de sugar horas e horas dos meus momentos assim digamos: “casual gamer”.

Afim de ferver ao máximo a velocidade de compreensão do meu cérebro diante possibilidades infinitas fora do cenário PC, optei por algo um pouco mais relaxante e distante deste. E olha só o que eu tive a oportunidade de encontrar e jogar no meu Nintendo DSi… Frenzic.

Continuar lendo Review: Frenzic (DSi)

Review: RUSH

Nem faz muito tempo desde que a Two Tribes liberou Toki Tori, aquele puzzle game de plataforma super divertido, que inclusive pode ser adquirido no Steam aqui por apenas $5 dólares.

Ao que tudo indica, a Two Tribes deseja alimentar ainda mais os amantes do gênero “puzzle” com a liberação do seu novo puzzle game RUSH, um game no qual o jogador deve determinar percursos para que cubos possam ser direcionados até pontos de saída específicos de cada nível para serem absorvidos.

Continuar lendo Review: RUSH